©2019 por aterrasustentavel.

SOBRE

Por quê ÀTerra? 

Acreditamos na regeneração da Terra através da combinação de alguns elementos. Autoconhecimento; conteúdo e criação; sustentabilidade. Através do conhecimento de nós mesmos, nos preparamos para lidar com as crises ecológicas e sociais de uma maneira mais eficaz e integral. Aprimorando o conhecimento interior, viabilizamos também os espaços de criação e de expressão, resgatando o propósito da vida.  

Nosso ativismo

O ativismo ambiental e social faz parte de nossa vontade de que o mundo seja um lugar mais justo e igual para seus habitantes. Em meio a crises profundas humanas e ecológicas, acreditamos na rede que nos interconecta  e encaminha para frente na construção e reconstrução do organismo vivo que é o nosso planeta.  A ação que parte de um lugar de integração do ser é o ativismo profundo que realizamos. Acreditamos em uma regeneração integral, do micro ao macro. 

Quem faz

 

Laira Ramos é ativista ambiental e professora de yoga. Vive em Florianópolis, realizando aulas, vivências, consultoria e produzindo conteúdo (escrita e fotografia) conectado ao propósito de conscientização. Sua formação inclui o bacharelado em turismo- com foco em turismo de base comunitária; fotografia; antropologia, jornalismo. Tem na natureza sua maior professora e fonte de inspiração e recarga. Viajou pelo mundo para conhecer outras formas de viver e também realizar períodos sabáticos de retiro e silêncio e na sua volta iniciou ÀTerra, 

Cristiano Ogasavara Simões tem uma longa trajetória enquanto ser cuidador, buscando conhecimento nas mais diversas áreas com este propósito. É nutricionista, sociólogo e também desenvolve trabalho na área das artes, em especial no teatro. Cristiano é ativista das causas sociais e ambientais, e também trabalha como massoterapeuta profissional com Yoga Massagem Ayurvédica. Fez formação em Yoga pela Escola Kailash em 2017 e pelo Simplesmente Yoga em 2018.  Atualmente dá aulas de Hatha Yoga em Florianópolis e no Projeto de Yoga no Palácio Cruz e Sousa. Participa de forma voluntária e colaborativa do Projeto Práticas Corporais da Universidade Federal de Santa Catarina.